quarta-feira, 4 de maio de 2011

Desencontro

O tempo se perdeu da hora
A hora se perdeu do espaço
O ontem mudou-se pro agora
E o hoje tropeçou no passo

Compasso despacha o futuro
No encontro do presente aqui
E o tempo e o canto inseguro
Se perdem no que há de vir

Sentir o tempo perdido
Cantando calado o encanto
No antes agora sentido
Desencontrado no canto

E o pranto do espaço e da hora
Pedidos no hoje e no tempo
O sonho amanhã outrora
Não mais encontra momento
Lamento