sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

BIS


De um lado e de outro
Cortava-se e cortavam-lhe
Em ambos os lados
E de novo e de novo

Em versos dispersos
Caleidoscópicos
Os tópicos e os trópicos
Estremeciam
Em demasia

Saltavam, atuavam, recriavam
E respiravam
E de novo e de novo
E amavam e doíam
E choravam e sorriam
Em reinvenção

Nas cobertas das descobertas
Estas
E de novo e de novo
De um outro e de lado
Bis