terça-feira, 26 de julho de 2011

Nova Lisboa

As promessas não cumpridas
A praça da Belle Époque
A mesa do Fafi Bar
A praia do desfuturo
A volta do retirante
Revelam-te:
Falsa, astuta
Quer ser gigante!

É impar,
Quer ser par
Vende-se fácil
Sangra infeliz
E sonha Londres
Pensa Paris
E reza santa
Faz meretriz

Fome de puta
Degusta luta
Em seu desleixe
Come seu peixe
E diz caviar

Para e dispara
Olha no espelho
Não quer sertão
Não pede conselho
Renega o seu mar

Quer ser gigante
Quer ser favela
Fortaleza bela
Só quer inchar