segunda-feira, 25 de julho de 2011

Não vou cantar só

Tem muita gente
Querendo me dar pitaco
Mandando ser puxa-saco
No meu canto e na canção
Cheio de marra
Desafina meu cavaco
Querendo cantar sozinho
E repetindo seu refrão

Eu canto é junto,
Canta eu e canta tu
Canta vermelho e azul,
Fortalecendo o gogó
Cantando nós,
Num coral de norte a sul
Expulsando os urubus
Do terreiro do forró

Ninguém me obriga,
Canto choro, canto riso
No coco ligeiro e liso
Pois cantar me faz melhor
Pois canto assim
Pra assentar o chão que piso
Canto até de improviso
Mas eu não vou cantar só

Mas eu não vou cantar só
Não não, mas eu não vou cantar só

Vou cantar samba,
Cantar rock, cantar reggae
Vá pro diabo que o carregue
Vou cantar o que eu quiser
Eu canto mangue,
Canto povo, canto plebe
De cantar nada me impede
E assim que vai dar pé


Ninguém me cala,
Nem a rádio, gravadora
Nem jabá, nem emissora
De TV que é pior
Pois não aceito
A palavra ditadora
Seja na bossa ou no rap,
Hoje não vou cantar só

Mas eu não vou cantar só
Não não, mas eu não vou cantar só


* Sem ser músico e sem ter noção de nada gravei aqui no microfone da cam do computador, cantando e batendo nas mãos (hahahahaha) já que não cifrei, nem nada.. Se tiver coragem de conferir, eis aqui http://www.4shared.com/audio/CTdZXg2H/No_vou_cantar_s.html?