quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Manifesto


Não há canto
Para tanto
desencanto


Nem conto
Para esses
 desencontros...

E ponto.
Wescley Pinheiro